Quanto tempo dura um poço artesiano?

1 Comentário
[vc_custom_heading text=”Compartilhe” font_container=”tag:h6|text_align:center” use_theme_fonts=”yes” css=”.vc_custom_1564597713120{margin-top: 3% !important;margin-bottom: 2px !important;}”]

Antes de falarmos da vida útil de um poço artesiano, devemos saber distinguir os tipos existentes.

O poço artesiano é perfurado para captar água de um aquífero e não depende do uso de bombas, pois a pressão liberada da própria corrente d´água realiza todo o serviço e permite que a água flua de maneira natural do solo.

Já os poços semi-artesianos, não possuem uma pressão necessária, capaz de levar a água até a superfície e dependem de bombas submersas para que a água alcance o topo.

Existem também as chamadas cisternas, que são reservatórios para captação e armazenamento da água da chuva.

Seja ele poço artesiano, semi-artesiano ou a popular cisterna, o fato é que o poço é importante para a vida diária e serve como alternativa para o abastecimento de água, podendo durar anos e ainda ajuda a economizar muito dinheiro.

Quantos anos um poço artesiano pode sobreviver?

Não existem dados que comprovem exatamente a vida útil de um poço artesiano, porém, com um projeto adequado, instalações equilibradas entre o potencial do aquífero e o conjunto de bombeamento, aliado às manutenções regulares, alguns poços podem durar mais de 50 anos.

Há também outros diversos fatores que influenciam no prazo de validade de um poço, como o consumo e características geológicas da região onde foi perfurado.

Os poços são estruturas construídas na rocha. Com o passar do tempo, existe a possibilidade do material sedimentar, mas, como estamos falando de um material geológico, isso pode acontecer só após vários anos.

A vazão da água do poço artesiano depende da quantidade de água que a rocha pode oferecer. Caso tenha sido construído em uma região que apresente rochas com potencial baixo de fornecimento de água, existe a possibilidade do nível de água de alguns poços artesianos baixar e, em casos extremos, até secar.

Pode haver também o rebaixamento permanente do lençol freático ou do nível dinâmico, se for feito bombeamento além do recomendado de um volume de água maior que a capacidade de recarga natural do aquífero.

Por isso, antes de perfurar um poço artesiano, deve-se considerar variações sazonais, que levam à seca em alguns períodos, conhecer a vazão real da região e o potencial de abastecimento.

Logo após a perfuração, é necessário a realização do teste de vazão para avaliar se os padrões de vazão de um poço correspondem às expectativas do projeto, atendendo à demanda de abastecimento e verificando se ela é adequada à capacidade do poço.

As peças-chaves para manter seu poço funcionando durante anos, são as manutenções

O poço artesiano exige pouca manutenção, mas é importante que sejam realizadas com uma frequência mínima de um e máxima de dois anos, para que não haja comprometimento do seu funcionamento.

A manutenção preventiva envolve a revisão e reparação dos equipamentos hidráulicos e elétricos como, bombas, cabos e tubos do seu poço, para prevenir problemas e garantir maior vida útil.

 


Nós, da CPA, temos uma equipe pronta para atende-lo da forma mais rápida e eficiente, tendo capacitação para cumprir todas as etapas da construção do poço artesiano e mantê-lo em funcionamento durante muitos anos.

Agende um café com a nossa equipe para conhecer a nossa empresa ou solicite um orçamento diretamente pelo site.

Como Economizar com Poço Artesiano
Posso ter um poço artesiano na minha casa?

1 Comentário. Deixe novo

Geovanna Esther
27 de julho de 2019 1:37 AM

Esse poço possui água potável???

Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu