Poços Artesianos: elimine suas 7 maiores dúvidas

Nenhum comentário
[vc_custom_heading text=”Compartilhe” font_container=”tag:h6|text_align:center” use_theme_fonts=”yes” css=”.vc_custom_1564597713120{margin-top: 3% !important;margin-bottom: 2px !important;}”]

O uso das águas subterrâneas como fonte alternativa de abastecimento vem aumentando no país, desempenhando um papel importante no desenvolvimento econômico e social, mas muita gente ainda tem dúvidas sobre o funcionamento e o processo para adquirir um poço.

Desvendamos as 7 maiores dúvidas em relação aos poços artesianos. Confira:

1 – Quais são os tipos de poços que existem?

Poço artesiano jorrante

Esse tipo de poço capta de aquíferos (águas encontradas entre as rochas), são muito raros pois a água flui de maneira natural não tendo necessidade da utilização de equipamentos especiais para bombeamento.

Poço simples, cacimba ou cisterna

Perfurados manualmente, buscam água do lençol freático (água da terra) e são mais rasos e fáceis de serem contaminados. Geralmente na época das estiagens chegam a secar.

Poço semi- artesiano

Diferentes dos poços artesianos, precisam de um equipamento para efetuar o bombeamento para que a água possa ser retirada. Também captam água do aquífero que na grande maioria são reservas mais profundas (acima de 50 metros).

2 – Preciso de autorização para captar e fazer uso de água subterrânea?

Sim.

Antes de iniciar a perfuração e a construção do poço artesiano, você deve ter em mãos as autorizações concedidas pelo órgão gestor dos recursos hídricos do seu Estado. A licença para ter um poço artesiano chama-se outorga e assegura a você o direito de utilizar os recursos hídricos. Mas essa autorização não dá ao usuário a propriedade de água.

É necessária ainda a autorização fornecida por órgãos estaduais, gestores do recurso hídrico, com validade pré-determinada. Em Minas Gerais, essa outorga de direito de uso é concedida pelo Instituto Mineiro de Gestão de Águas (IGAM) — responsável pelas licenças — e a regularização ambiental de acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).

Normalmente, a concessão da licença segue as seguintes etapas:

 

Licença de perfuração de poço tubular profundo:

Documento que registra o tipo de poço desejado, detalhes da construção, características geológicas da área, localização da área e finalidade de uso;

Estudo de viabilidade de implantação (EVI)

É a elaboração de um documento em que são definidas as características do empreendimento onde será perfurado o poço, a estimativa da demanda atual e futura, os usos da água captada; a capacidade de reserva; a interferência com outros usuários, além dos aspectos hidrogeológicos locais;

Parecer técnico

Documento a ser obtido junto ao órgão de meio ambiente para avaliar os riscos de contaminação da reserva de água.

Com essas autorizações em mãos e obedecendo essas certificações, qualquer pessoa pode ter um poço artesiano.

Saiba mais sobre esse assunto:

Informativo sobre Outorga

3 – A água captada pelo poço artesiano pode ser consumida?

Em sua grande maioria sim.

De maneira geral, a água subterrânea apresenta características biológicas, físicas e químicas positivas e podem ser destinadas ao consumo humano.

Porém, é necessário que seja feita uma análise bacteriológica da água antes de consumi-la. Isso porque há exigências de potabilidade da água que devem ser cumpridas para que a água atenda aos padrões exigidos pela Vigilância Sanitária.

4 – Qual é o preço de um poço artesiano?

Não é possível estabelecer um preço fixo para a construção de um poço artesiano.

O custo para a perfuração e construção de um poço artesiano depende de inúmeros fatores como: geologia local, profundidade do poço, tecnologia que será empregada e o volume de água necessário para resolver o seu problema.

Ao perfurar um Poço você verá que o retorno desse investimento é significativo, principalmente considerando os benefícios em longo prazo.

Esse investimento pode te gerar uma economia de até 50% no final do mês, e é uma ótima estratégia a se adotar se você é proprietário de Fazenda, shopping, hotél, restaurante, posto de gasolina e muitos outros estabelecimentos que necessitam de fornecimento contínuo de água, ou até mesmo se for para residências e condomínios.

5 – Posso ter um poço artesiano na minha casa?

Sim.

Desde que haja espaço suficiente para receber os maquinários necessários para efetuar a perfuração.

O poço artesiano pode ser construído em casa, condomínios, mas o ideal é que haja um espaço para que caibam os equipamentos usados na perfuração e demais etapas da construção.

A CPA pode te ajudar de forma simples e rápida. Com um diferencial das outras empresas que contam apenas com máquinas grandes e que não entram em determinados locais, nós possuímos equipamentos menores e exclusivos, que têm capacidade de perfurar qualquer lugar em que um carro possa entrar, o que facilita o acesso a pequenas áreas, garantindo assim seu tão sonhado poço artesiano em até 24 horas.

6 – Quais cuidados devo ter antes de fechar negócio com uma empresa de perfuração de poços artesianos?

Empresas sérias que atuam neste segmento possuem certificações concedidas pelo CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), o maior conselho de fiscalização de exercício profissional da América Latina. Este certificado averigua se a empresa possui capacidade e corpo técnico para executar as atividades que se propõe fazer.

Outro detalhe que deve ser levado em conta é se a empresa possui profissionais com conhecimentos e experiências em hidrogeologia, dessa forma, eles poderão estimar um orçamento mais próximo do custo real e trará soluções para possíveis imprevistos. Dessa forma, você não terá sustos com gastos inesperados durante a execução do projeto.

 

7 – Como funciona a manutenção de um poço

O poço artesiano exige pouca manutenção, mas é importante realizar a manutenção preventiva com uma frequência mínima de um e máxima de dois anos para que não haja comprometimento do seu funcionamento.

A manutenção preventiva envolve a revisão dos equipamentos hidráulicos e elétricos, como bombas, cabos e tubos do seu poço, para prevenir problemas e garantir maior vida útil.

Existem ainda manutenções corretivas e para limpeza do seu poço.


Agora que você já tirou suas dúvidas, solicite um orçamento e entre em contato com a nossa equipe. Perfuramos o seu poço artesiano em até 24 horas.

 

agua para produtores rurais
A Importância da água para o produtor rural
dicas para economizar água
Dicas para economizar água

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu