Desvendando 4 mitos sobre Irrigação

Nenhum comentário
[vc_custom_heading text=”Compartilhe” font_container=”tag:h6|text_align:center” use_theme_fonts=”yes” css=”.vc_custom_1564597713120{margin-top: 3% !important;margin-bottom: 2px !important;}”]

Desvendando 4 mitos sobre irrigação

A irrigação não é uma novidade para quem trabalha no mercado de agronegócios. Desde o Egito Antigo, essa prática está presente como uma opção para auxiliar o repasse de água para o desenvolvimento de culturas e nutrição de animais.

Naquela época, construíram os primeiros sistemas de irrigação para fazer o manejo da água conforme a necessidade do plantio e de acordo com as cheias e secas do rio Nilo.

Com o tempo, esse recurso foi se modernizando e outras formas de aplicação foram surgindo, pensando no gerenciamento de água ideal de cada tipo de necessidade.

Mas esse processo é cheio de dúvidas e questionamentos e para ajudar a acabar com alguns mitos, fizemos este texto desvendando 4 mitos! Que tal conferir mais abaixo?

O agronegócio é o setor que mais consome água no Brasil?

Sim. A cada 100 litros de água tratada produzidos no Brasil, 72 vão para o agronegócio. Isso significa dizer que 70% do abastecimento é endereçado à agricultura e à pecuária, segundo dados recentes da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês).

Dados da Embrapa revelam que do total de água destinada ao agronegócio, a irrigação consome 11% dessa água para matar a sede dos rebanhos e apenas 1% para abastecer as áreas rurais.

Na agricultura, a cana-de-açúcar consome a maior parte, ocupando o primeiro lugar como maior área irrigada no Brasil, seguido pelo arroz cultivado sob inundação.

Já no abastecimento animal, o rebanho bovino utiliza 88% do total. Na nutrição de vacas leiteiras, a água é o alimento de maior demanda por ser responsável por 87% da composição do leite e de grande parte da massa corporal dos bovinos.

Irrigação só é necessária em épocas de seca?

É importante entendermos bem a importância da água para as plantas. Podemos comparar as plantas com um ser humano quando falamos em necessidade hídrica.

Obviamente, se você ficar dois dias sem tomar água não irá morrer, no entanto seu corpo sofrerá muito estresse, além de prejudicar drasticamente o seu desenvolvimento. O mesmo acontece com qualquer tipo de cultura, mesmo não tendo uma seca muito longa, a falta de água por poucos dias vai impactar a produtividade e desenvolvimento da planta.

O milho, por exemplo, quando está no estágio do pendoamento, se não tiver água em um período de 4 a 5 dias pode ter uma quebra de 50% na produção.

Sendo assim, a irrigação é essencial para o cultivo das lavouras, especialmente em lugares onde há grande deficiência de chuvas e para a prevenção em períodos secos.

Quanto de água eu preciso para irrigar?

Cada cultura possui uma necessidade hídrica específica. Todo a irrigação vai ser baseada nessa necessidade da planta.

Em média, as plantas necessitam de 3 a 6 mm por dia, ou seja, de 3 a 6 litros por m². Se você tem uma área de 1 hectare (10.000 m²), irá precisar de 30.000 a 60.000 litros por dia.

Já se você quer estar preparado para suprir um período de estiagem completa de 30 dias, serão necessários de 900.000 a 1.800.000 litros para cada hectare.

Porém, para determinar a quantidade de água e dimensionar o sistema de irrigação ou até mesmo definir o melhor método a ser utilizado, é importante conhecer as características físico-hídricas dos solos, a demanda climática histórica do local, o relevo e os tipos de cultura cultivados.

A procura por orientação técnica vai ajudar a definir melhor o dimensionamento do sistema de irrigação e a capacidade real para suprir a cultura no período de maior demanda.

Posso usar água de poço artesiano para irrigação?

Sim, desde que o poço tenha vazão suficiente.

Devido à importância de se obter água de qualidade, muitos produtores rurais investem no tratamento e na forma de reserva da mesma.

Caso o poço não tenha vazão suficiente, essa água pode ser bombeada para um reservatório maior e aproveitada para a irrigação, indiretamente. Outro fator importante é o dimensionamento da bomba, considerando a altura em que ficará a bomba e o nível de água.

Para obter água de qualidade, muitos produtores optam pelo uso de poços artesianos, por ser uma fonte de água limpa e que obedece os parâmetros de qualidade para a ingestão humana e de animais.

Precisa de ajuda com o abastecimento do seu agronegócio? Agende um café com a nossa equipe para conhecer a nossa empresa ou solicite um orçamento diretamente pelo site.

Visite nossa página no Facebook.

benefícios em ter um poço
9 Benefícios em ter um Poço Artesiano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu